INFORMATIVONOSSONEWS . . .

online

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Ivan Paulo Bassi Gonçalves. Esse foi o nome que recebeu na Pia Batismal. Nasceu aqui em Tatuí há sessenta anos e quando a parteira Dona Marvina olhou o recém nascido e falou que o importante era a saúde, seus pais desconfiaram do futuro do menino.
Cresceu, estudou no Eugênio Santos, depois na Escola Industrial Sales Gomes, foi trabalhar na Fábrica São Martinho (onde seus pais também trabalharam e se aposentaram) e por fim, sonhando com novos horizontes, botou o pé na estrada e foi para a capital. Comeu o pão que o diabo amassou, estudou no Senai, na Faculdade de Comunicação Social Anhembi (onde não se formou) e por fim foi estudar na Escola Panamericana de Arte. Trabalhou em algumas boas agências de publicidade e um dia, com o saco cheio da paulicéia desvairada, voltou para sua terra natal. Prestou serviços para a Cybelar , e acabou comprando o Jornal O Pregresso de Tatuí. Nessa época o jornal era composto com tipos móveis ( aquelas letras de chumbo) e ele implantou o sistema de linotipo ( as letras eram fundidas em chumbo derretido). Foi um avanço considerável. Depois veio a off set, técnica usada até hoje. O jornal que era de formato pequeno, ele o formatou no atual tamanho, e de semanal para bi-semanal.
Paralelo a esse trabalho, em sua vida pessoal sempre foi um aranzé, ou seja, descasou, casou e descasou, e em ritmo menos acelerado, continua da mesma forma. O jornal ficou para o filho e ele continuou pela vida afora.
Um dia ficou com vontade de dar uns mergulhos no Oceano Pacifico e não ficou só na vontade, passou a mão numa mochila e tomou rumo. Foi conhecer os Andes, o tal do oceano pacífico, a cidade de Cuzco e a cidade sagrada na montanha Machu Pichu. Não satisfeito com tanta andança, foi conhecer o nascente do rio amazonas, na amazônia peruana. Desceu pelo rio Tapajós e foi parar na cidade de Santarém, na Pará. Para confirmar que tatuiano é igual tiririca, aparece em qualquer lugar, ao tomar um pequeno avião que o levaria até Manaus, encontrou entre os passageiros, o Zito, da Alug Mak.
Trabalhou quatro anos na Câmara Municipal e por fim se aposentou. Acometido de uma grave lesão visual ficou mais cego que uma toupeira, mas isso não o impediu de achar que a vida é muito boa de ser bebida e é sempre visto acompanhado de amigos e amigas pelos bons ( e alguns não tão bons) lugares de lazer da cidade.
Sempre preocupado com o bem estar de suas duas filhas Ivana e Luciana, no resto vai levando a vida...
Acredita que para as injustiças o melhor remédio é o silêncio e o tempo (senhor de todas as coisas).
Por não ser capaz de fazer tipo, ou se fazer passar pelo que não é, sempre assumiu as suas decisões, certas ou erradas, e por isso passou por poucas e boas, mas não se arrepende de nada e pretende passar ainda muitas e muitas tardes gostosas no Alambique dos Ramos. Gosta de dizer que seu nome é Ivan Bassi, sua verdadeira fonte genética.

ARCOIRIS EFEITO

2leep.com

QUAL É A SUA ?

QUAL É A SUA ?
TESTE JÁ ! CLIQUE NA IMAGEM . . .

VISITE O SITE DOS MANOS

VISITE O SITE DOS MANOS
12 anos com a garantia dos manos !

MUITO GRATO POR SUA VISITA . . .

IP